50 anos da Mafalda

roteiro-baby-mafalda50

Mafalda, a garotinha mais contestadora dos quadrinhos, criação do ilustrador argentino Joaquín Salvador Lavado, o Quino, completa 50 anos. Poucos sabem que ela foi criada em 1962 para uma campanha publicitária de uma máquina de lavar roupas, que deveria ser impressa no jornal Clarín. O diário, no entanto, rompeu o contato com a empresa que estava pagando pelo anúncio e ele nunca chegou a ser publicado. Foi em 1965, quando os quadrinhos com a personagem passaram a ser estampados diariamente no Mundo de Buenos Aires, que sua fama foi alcançada. A menina de seis anos de idade, dona de comentários ácidos, que odiava a guerra, a injustiça e, principalmente, as convenções sem sentido dos adultos, logo fez sucesso por levantar questões pertinentes a sua época.

Neste ano, uma série de eventos homenageia a garotinha na Argentina, onde nasceu, e ao redor do mundo. Na Usina da arte, em Buenos Aires, portenhos e turistas formaram imensa fila para ver a exposição ‘O mundo segundo Mafalda’, que retrata a vida da pequena rebelde, que aborda temas desde a criatividade e a imaginação própria da infância até as preocupações com as crises mundiais. O universo de Mafalda está reproduzido na exposição: a casa, a mesa de jantar — inclusive o abominável prato de sopa, que gera tantos protestos indignados por parte da garota — e a sala onde a pequena costuma assistir a desenhos do Pica-Pau, seu preferido. Na mostra, além de Mafalda, estão seus eternos amiguinhos: Manolito, Felipe, Susanita, Miguelito, Guille e Libertad. Nem mesmo as invenções de Mafalda e amigos foram esquecidas. Por exemplo, um garfo que se transforma em antena telepática para capturar melhor as ideias. A mostra é gratuita e está em cartaz até 30 de novembro.

O mais impressionante é que, após 50 anos, as preocupações de Mafalda continuam relevantes, porque muito do que ela questionava permanece sem solução na Argentina e no mundo. Mafalda é visionária e atual. “Às vezes, fico surpreso como algumas tiras desenhadas há mais de 40 anos ainda podem ser aplicadas a questões de hoje”, declarou o criador Quino, quando a exposição foi inaugurada. Ele visitou o lugar antes da inauguração oficial e, quando questionado sobre qual seria seu desejo, neste aniversário de 50 anos da personagem, recorreu a uma das questões que mais a preocupam:

— Gostaria que a Argentina e o mundo avançassem e que todos vivêssemos em paz.

A paz mundial sempre atormentou Mafalda e esteve presente em várias de suas histórias e vinhetas. Quino lamentou que as guerras continuem existindo e assegurou que esse é um dos maiores paradoxos que enfrentam as crianças de todo mundo.

— As crianças se perguntam: por que nos dizem que temos de ser bonzinhos e não brigar com ninguém, se os adultos não param de fazer exatamente o contrário? — disse o desenhista.

Na mostra, as crianças podem desenhar e pintar com carimbos dos principais personagens das histórias em quadrinhos que consagraram Quino como uma celebridade do humor mundial.

O objetivo do governo portenho é estimular a reflexão infantil sobre os direitos humanos, os direitos das crianças, o vínculo com a natureza, a importância do ambiente e o cuidado do planeta. Várias escolas da cidade de Buenos Aires já se inscreveram para visitar a exposição, que também visa ser uma importante atração para o turismo nacional e internacional.

 

KID MODE: desktop personalizado para crianças

 

O Kid Mode é um aplicativo gratuito que permite criar um desktop personalizado, definindo o que a criança poderá acessar no computador, celular ou tablet.

A ferramenta é indicada para os pais que se preocupam em controlar o conteúdo que estará disponível para os filhos e têm receio que as crianças acessem material impróprio, mudem a configuração ou usem o telefone, inadequadamente.

Uma vez dentro do modo “criança”, elas só poderão usar os aplicativos definidos pelos pais.

O App está disponível para Android (necessita no mínimo da versão 2.1 Eclair) e para IOS (funciona no iPhone, iPad e iPod Touch com iOS 3.0 ou superior).

FONTE: Papinha Cultural.

Exposição ’15 anos dos Tapetes Contadores de Histórias’ em Brasília

roteiro-baby-tapetescontadoresdehistorias

(Foto: Renato Mangolin / Divulgação)

Começa no próximo sábado, dia 27 de setembro, a mostra Viagem pelo Mundo Através das Histórias, do grupo carioca Tapetes Contadores de Histórias.

Criado em 1998, o grupo produz e realiza espetáculos, sessões de histórias, oficinas, exposições interativas e projetos culturais que envolvem oralidade, artes visuais e teatro utilizando objetos (tapetes, painéis, malas, aventais, roupas, caixas e livros de pano) como cenários de contos autorais e populares de origens diversas, a fim de despertar o imaginário de crianças, jovens e adultos para as artes e a leitura.

A mostra fica em Brasília até dia 9 de novembro na Caixa Cultural Brasília (Setor Bancário Sul, quadra 4, lote 3/4). Na hora de circular pela exposição, é preciso calçar as pantufas distribuídas no local.

A programação tem entrada franca (mas alguns espetáculos demandam retirada de senha 1 hora antes) e classificação indicativa livre. Confira abaixo:

EXPOSIÇÕES:

* Shtim-Shlim: uma instalação performática
Galerias Piccola I e II
Aberta de terça a domingo das 9h às 21h
Classificação indicativa livre
Entrada franca

* Viagem pelo Mundo Através das Histórias
Galeria Principal
Aberta de terça a domingo das 9h às 21h
Classificação indicativa livre
Entrada franca

APRESENTAÇÕES:

* Sessões de Histórias: Viagem pelo Mundo Através das Histórias
Para público espontâneo: 40 pessoas.
Sábados, domingos e feriados às 11h e 16h.
Classificação indicativa livre
Entrada franca, mas com retirada de senhas 1 hora antes da sessão.

* Performances Shtim-Shlim – Uma instalação performática
Para público espontâneo: 40 pessoas. | senhas 1 hora antes.
Sábados, domingos e feriados às 18h.
Classificação indicativa: recomendado para maiores de 6 anos
Entrada franca, mas com retirada de senhas 1 hora antes da sessão.

* Sessões de Histórias: Viagem pelo Mundo Através das Histórias para grupos agendados de 40 pessoas.
Terças e quintas às 14h e 15h | quartas às 10h e 14h | sextas às 10h.
Classificação indicativa livre.
Agendamento: caixacultural02.df@caixa.gov.br

* Perfomances Shtim-Shlim – Uma instalação performática para grupos agendados de 40 pessoas.
Terças e quintas às 10h | quartas e sextas às 15h.
(Haverá sessões também nas sextas 24 e 31 de outubro e 7 de novembro às 14h)
Classificação indicativa: recomendado para maiores de 6 anos.
Agendamento: caixacultural02.df@caixa.gov.br

RODA DE HISTÓRIAS
ENCONTRO PARA NARRAÇÃO DE HISTÓRIAS COM A PARTICIPAÇÃO DO PÚBLICO
Os interessados em contar devem se inscrever 30 minutos antes do começo da roda.
31 de outubro (sexta, das 18h às 21h), por ordem de chegada, na Sala da Gente Arteira
40 participantes

Haverá oficinas de contação de histórias para adultos, com inscrição prévia, de acordo com a programação a seguir:

OFICINAS DE NARRAÇÃO DE HISTÓRIAS
*Oficina de NARRAÇÃO DE HISTÓRIAS com Inno Sorsy
Formação de contadores de histórias: 25 participantes.
Tradução nas oficinas: Virginia Guedes.
30 de setembro a 03 de outubro. (terça a sexta, das 18h às 21h)
07 a 10 de outubro. (terça a sexta, das 18h às 21h)
Inscrições por e-mail de 00h00 do dia 22 de setembro às 23h59 do dia 26 setembro de 2014.
E-mail: oficina.tapetes@hotmail.com
Participação mediante a doação de 1 kg de alimento não perecível

*Oficina “ATELIÊ DE HISTÓRIAS”
Formação de contadores de histórias: 25 participantes.
14 a 17 de outubro (terça a sexta, das 18h às 21h) com Cadu Cinelli.
04 a 07 de novembro (terça a sexta, das 18h às 21h) com Warley Goulart.
Inscrições por e-mail de 00h00 do dia 06 de outubro às 23h59 do dia 10 de outubro.
E-mail: oficina.tapetes@hotmail.com
Participação mediante a doação de 1 kg de alimento não perecível

PALESTRAS
*Tema: “A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS E SEUS DESDOBRAMENTOS NA EDUCAÇÃO”, com a presença de Cadu Cinelli d’Os Tapetes Contadores de Histórias.
29 de setembro (segunda às 19h), por ordem de chegada, no Teatro da CAIXA Cultural.

*Tema: “QUESTÕES LIGADAS A NARRAÇÃO E SUBJETIVIDADE”
Com a presença do professor André Magela, da Universidade Federal de São João del Rey.
22 de outubro (quarta às 19h), por ordem de chegada, na Sala Gente Arteira | 40 participantes

MESA REDONDA
INFÂNCIA, JUVENTUDE, ARTE E CULTURA – RELAÇÕES DE PERTENCIMENTO
Com a presença de Thiago Borazanian e Luciana Zule.
29 de outubro (quarta, das 18h às 21h), por ordem de chegada, na Sala Gente Arteira
40 participantes

{Festa}: cardápio saudável para festa infantil

matryoshka-birthday-party-11
Em um dos posts mais acessados aqui do site dei dicas para mães que querem usar o tema “Bonequinha Russa” (Matrioska) na festinha de aniversário das crianças.

Mães de meninos podem não ter aberto o post, que tinha um dica muito legal para servir frutas aos ilustres convidados mirins e por isso eu resolvi republicar a dica, que merece destaque!

Adorei a idéia de servir bandejas de gelo (isso mesmo!) com frutinhas multi coloridas, convidando as crianças a provarem muitos sabores!

matryoshka-birthday-party-1
matryoshka-birthday-party-2

Acredito que a apresentação colorida dessas micro pequenas porções de frutas podem incentivar as crianças a se alimentarem melhor durante a festinha!

Além disso, as forminhas de gelo podem ficar guardadas, em pilhas, na geladeira, até a hora da festa (muito prático!).

FONTE: On To Baby