Melhores textos sobre maternidade: Fevereiro de 2015

mc3a3e-blogueira

Você quer mesmo ser mãe de uma princesa? “Sem se atentar ao simbolismo da palavra e aos valores que ela carrega, as mães, ao cultivar em suas meninas a identificação com as princesas, podem estar escravizando-as dentro de um modelo do qual elas próprias fogem. Princesas vivem encasteladas em um estereótipo de mulher muito subjugado, passivo e narcísico. Passam a vida à espera de seu príncipe encantado – que precisa ser belo, alto forte e rico — e são o que são por hereditariedade, não por mérito.

O “oversharing” e a segurança de nossas crianças.Temos que lembrar que TUDO o que publicamos na Internet sai do nosso controle, pois pode ser copiado, alterado, e usado contra nós (…)

Tome muito cuidado para não envergonhar seu filho. “Sabe aquela mentirinha boba que os filhos notam que a gente está contando? Sabe quando você xinga alguém no trânsito porque ficou com muita raiva de uma barbeiragem? Sabe quando seu filho acaba escutando que você não suporta alguém que você finge gostar? São coisas mesquinhas de adulto que os nossos filhos não deveriam ter como exemplo. E a gente vive fazendo perto deles.

O próximo texto não é especificamente sobre maternidade, mas vale muito a reflexão. O analfabetismo funcional (quando a pessoa sabe ler, mas não entende o que lê) é um problema seríssimo e muito atual no Brasil, e atinge todas as classes sociais. O texto se chama A escola não ensina a ler para questionar. “Temos falhas sérias na formação dos que têm a função de ensinar a ler. A escola não ensina a ler para questionar, ensina a ler para acatar.  Daí surgem os leitores com dificuldade para entender ironias, as entrelinhas.  E não adianta nada aulas com macetes, técnicas, dicas e truques. Isso não resolve o problema.

Além dos textos acima, publicamos em fevereiro textos ótimos que circularam em grandes mídias nacionais: “Carta a uma mãe que vai deixar o filho pela primeira vez na escola“, por Rita Lisauskas, e “Mainha me ensinou“, por Maria Rita.

Programação infantil de Brasília: 28/02 e 01/03/2015

programacao_novo33-1

SÁBADO, 28 DE FEVEREIRO

Contação de História com a Cia Burlesca
FNAC, 1º piso do ParkShopping – SAI/SO 6580
Sábado, 16h
Classificação indicativa livre
Entrada franca

Contação de História “Festa no Céu”, com Neia e Nando Cia Teatral
Pátio Brasil Shopping, Praça Central – SCS Qd 7 – Asa Sul
Sábado, 16h
Foi marcada uma grande festa no céu, onde só poderiam comparecer os animais que tivessem asas. Os anjos enfeitaram as nuvens e a cegonha entregou os convites para não esquecer de ninguém. Claro que a tartaruga não recebeu, mas ficou inconformada e ansiosa para a balada. A danada matutou durante horas e resolveu se esconder no violão do urubu para chegar à festa. Mas, na volta, o pássaro estava muito cansado e a tartaruga acabou correndo um risco danado…
Classificação Indicativa Livre
Entrada franca

Contação de histórias com Nyedja Gennari
Terraço Shopping, Praça das Palmeiras – SHC AOS entrequadras 2/8 lote 5 Octogonal Sul
Sábado, 16h
Neste sábado, dia 28, Nyedja Gennari lança o livro “o Sapo Sideral e A Lagarta Pintada”, da autora Liduina, além de contar várias histórias para a criançada.
Classificação indicativa livre
Entrada franca

Projeto musical “Brincadeiras Cantadas – Taguatinga In Concert”
Taguatinga Shopping, Praça de Vidro, Piso 3 – QS 01 Rua 210, lote 40, Pistão Sul, Taguatinga
Sábado, 17h
Pé de Moleque – Show infantil com Pé de Cerrado. É com ginga no pé e boas energias que o grupo brasiliense Pé de Cerrado arrasta sua ciranda para o centro de compras, neste sábado com o espetáculo Pé de Moleque. O palco dá espaço a uma brincadeira cantada que provoca a imaginação e chama pra dança, com canções como: Vem Colorir, Alecrim/Peixe Vivo, Mulher Rendeira, entre outras.
Classificação indicativa livre
Entrada franca

DOMINGO, 1º DE MARÇO

Pedal-kart – karts a pedal para aluguel
Eixão do Lazer, altura da 114 norte
Todos os domingos, de 9h às 18h (horário para o último aluguel: 17h20)
Classificação indicativa livre
R$10 cada 15 minutos, R$15 cada 30 minutos

Pico Longbrothers
Eixão do Lazer, altura da 115 norte
Todos os domingos, de 9h às 15h
Empréstimo de skate e escolinha de skate (adultos e crianças a partir de 5 anos).
Classificação indicativa livre
Aulas de skate: R$25/h

Chefs nos Eixos
Eixão Norte, 111/211 norte
Domingo, a partir de 10h
Evento gastronômico promovido pelo site Querocomer. Comida gourmet na rua, comida de chef a preço acessível, feira gastronômica. Neste evento, as crianças terão diversão aliada à educação ambiental. Ecobrinquedoteca, com atividades como criação de hortas urbanas, minhocário, reciclagem de papel, confecção de brinquedos com PET e outras brincadeiras mais.
! DICA DO ROTEIRO BABY: A dica para ir com crianças a esses eventos é levar canga para sentar nos gramados, chegar bem cedo e sair antes das 16h!
Classificação indicativa livre
Entrada franca

Maratona Cultural beneficente
Empório Cultural Centro de Artes Integradas – 712/13 norte, Bloco B loja 8
Domigo, de 10h às 21h
Serão 12h sem parar de aulas de diversas modalidades culturais. Ao preço simbólico de 1 kg de alimento não perecível, os pequenos poderão fazer aulas de sapateado, teatro musical (dança, canto e teatro), entre outros. Papais e mamães não vão ficar de fora. A ação pretende oferecer aos adultos aulas de ballet, zumba, flamenco, artesanato, dança do ventre, entre outros. O evento beneficente visa ajudar crianças do Instituto Vida Positiva, fundado em 2006 na Capital Federal com o objetivo de ajudar portadores do vírus do HIV/Aids a superar o preconceito e a discriminação, e contribuir para a estabilidade física e mental dos que vivem e convivem com a doença.
Programação:
10h: Teatro musical infantil (7 a 11 anos) | Flamenco | Zumba
12h: Balé clássico
13h: Teatro
14h: Prática coreográfica
15h: Street Jazz
16h: Stiletto | Sapateado infantil (7 a 12 anos) | Artesanato
17: Teatro musical teen (12 a 15 anos) | Dança do ventre | Artesanato infantil (7 a 12 anos)
18h: Sapateado
19h às 21H: Teatro musical adulto (acima de 16 anos)
Classificação indicativa: a partir de 7 anos
Entrada: 1kg de alimento não perecível
Telefone: 3264-6257

Teatrinho infantil “O Soldadinho de Chumbo e a Bailarina”, com Cia. Sopa de Teatro
Shopping Iguatemi Brasília – Livraria Cultura, Teatro Eva Herz – SHIN CA 4 Lote A – Piso Superior
Domingo, 15h
Um pequeno soldado de chumbo que possuía uma só perna e uma encantadora bailarina se apaixonam. A partir daí, uma emocionante e divertida aventura começa, bem como a clássica história de romance entre os dois.
Classificação indicativa livre
Entrada franca (sujeita à lotação do teatro – 200 lugares), porém com retirada de ingressos no dia da apresentação a partir de 12h no Concierge do shopping.

Contação de histórias – Feira Book Lovers Kids
Pátio Brasil, Praça Central – SCS Qd 7 – Asa Sul
Domingo, 15h
Programação:
1ª história: Campo Santo
2ª história: O Lindo Pássaro Azul
3ª história: Maria vai com as Outras
Classificação indicativa livre
Entrada franca

Contação de histórias, com Matrakaberta – Feira Book Lovers Kids
Park Shopping, Praça Central – SAI/SO, Área 6580, Piso 1, Guará
Domingo, 16h
Programação:
1ª História: O jabuti e a fruta
2ª História: A Burrinha
3ª História: O Jaraguá
Classificação indicativa livre
Entrada franca

Teatrinho infantil “João e Maria”, com Neia e Nando Cia Teatral
Pátio Brasil Shopping, Praça Central – SCS Qd 7 – Asa Sul
Domingo, 16h
A história fala sobre dois irmãos que, ao descobrirem que a madrasta tinha um plano para abandoná-los na floresta, decidem fugir de casa, marcando o caminho com migalhas de pão. Só que os passarinhos acabam comendo essa trilha e as crianças se perdem na floresta. Quando avistam uma casa toda feita de doces, coisas terríveis passam a acontecer.
Classificação indicativa livre
Entrada franca

Projeto musical “Brincadeiras Cantadas – Taguatinga In Concert”
Taguatinga Shopping, Praça de Vidro, Piso 3 – QS 01 Rua 210, lote 40, Pistão Sul, Taguatinga
Domingo, 17h
A beleza cênica de As Juvelinas e O Mestre Zé do Pife se faz presente. Em constante lida pela sobrevivência da cultura popular, o grupo apresenta a cultura nordestina através do som do pífano e da percussão, com arranjos que dão nova roupagem aos clássicos do cancioneiro popular.
Classificação indicativa livre
Entrada franca

SÁBADO E DOMINGO

Mostra ‘Ciclo: Criar com o que Temos
CCBB Brasília – SCES Trecho 02 lote 22
Visitação: de quarta a segunda, de 9 às 21 horas. Lembrete: o CCBB-Brasília não abre às terças-feiras! | Até 20 de abril 
Objetos do cotidiano transformados em arte: assim são os ready-made, criados há 100 anos pelo francês Marcel Duchamp. Para comemorar o centenário, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) preparou a mostra ‘Ciclo: Criar com o que Temos’, com obras de 15 artistas contemporâneos de várias nacionalidades. Uma característica comum das obras é o excesso: todas foram criadas a partir de grandes quantidades de algum material, de armas de fogo a palitos de dente. E o resultado é uma mostra surpreendente, que diverte e faz refletir sobre os excessos que permeiam nossa sociedade. Relação das obras e do que elas foram feitas:
-Microdados (Daniel Canogar): instalação criada com placas de circuito descartadas;
-Espelho de Lixo nº 3 (Daniel Rozin): espelho eletrônico feito com 500 objetos descartados, como latas e cartões telefônicos;
-O Sol me ensinou que a história não é tão importante (Daniel Senise): tijolos de papel machê feitos a partir de convites e catálogos de arte;
-Cabeça de Chiclete (Douglas Coupland): escultura gigante da cabeça do artista, onde o público pode colar chicletes mascados;
-A Noiva (Joana Vasconcelos): lustre de 5 metros de altura composto por 25.000 absorventes internos;
-Modelo para sobrevivência (Julia Castagno): estrutura tridimensional construída com mais de 100.000 palitos de dentes;
-2.216 Fitas VHS (Lorenzo Durantini): instalação feita com 2.216 fitas de vídeo VHS;
-Tornado (Michael Sailstorfer): grandes nuvens criadas com câmaras de ar de pneu de caminhão;
-O Terceiro Paraíso (Michelangelo Pistoletto): escultura de sucata metálica;
-Desarme (Pedro Reyes): 8 instrumentos automatizados criados a partir de armas recolhidas do narcotráfico mexicano;
-Fantasma de Eguchi (Petah Coyne): escultura fantasmagórica feita com um trailer de viagem que foi todo desfiado em máquina industrial;
-O Empurrão de Sansão (Ryan Gander): escultura composta por 35 mesas;
-Sem título (Tara Donovan): escultura-paisagem criada com 700.000 copos plásticos;
-Vamos dar um tempo (Tayeba Begum Lipi): escultura feita com lâminas de barbear.
Classificação indicativa livre
Entrada franca

Programa educativo do CCBB Brasília
CCBB Brasília – SCES, Trecho 02, lote 22
Sempre com entrada franca. O CCBB oferece gratuitamente visitas mediadas às exposições em cartaz. O atendimento é oferecido às escolas e grupos mediante agendamento prévio. Veja diariamente disponibilidade para público espontâneo.
Telefone para agendamentos: 3108-7623 | 3108-7624
Informações sobre disponibilidade para público espontâneo: 3108-7600
Programação:
>> Laboratório Aberto
Sábado e domingo – De 9h às 19h
Classificação indicativa: Livre
>> Em Cantos e Contos
Sábado e domingo – 11h e 15h
Classificação indicativa: acima de 5 anos
>> Livro Vivo
Sábados e domingos – 13h
Leitura coletiva para toda a família com histórias selecionadas de acordo com a exposição em cartaz.
Classificação indicativa: Livre
>> Pequenas Mãos
Sábados e domingos – 14h
Classificação indicativa: somente para crianças de 3 a 6 anos
>> Musicando
Sábados e domingos – 16h
Semeando Sons é um laboratório de experimentação, onde são utilizados objetos inusitados e matéria-prima do Cerrado para produção de sons ancestrais.
Classificação indicativa: A partir de 7 anos
>> Laboratório de Artes Visuais
Sábado e domingo – 17h
Classificação indicativa: a partir de 10 anos. Crianças entre 6 e 9 anos mediante supervisão.
>> Visita mediada
Quarta a segunda
Consultar horários disponíveis no balcão de informações do Programa Educativo.
Classificação indicativa: acima de 5 anos

Exposição “Esporte Movimento”
Espaço Caixa Cultural (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)
De terça-feira a domingo, das 9h às 21h | Até 5 de abril
O acervo conta com diversas peças históricas do esporte mundial, trazendo selos, moedas, troféus, tochas, medalhas e outros objetos relacionados a diversas modalidades, como um capacete do piloto Ayrton Senna.
Classificação indicativa livre
Entrada franca

Gente Arteira – Oficinas infantis da Caixa Cultural
Caixa Cultural, Galeria Piccola I – Setor Bancário Sul Quadra 4 lotes 3 e 4
Terça a sexta, 9h, 10h, 14h e 15h (com agendamento) | Sábado e domingo, 14h e 16h (sem agendamento) | Até 28/02/2015 – ÚLTIMO FIM DE SEMANA!
Inscrições pelo email: supervisao.df@gentearteira.com
Programa educativo da Caixa Cultural, oferece às crianças diferentes opções de recreação. Aproveitando a exposição Esporte em Movimento, em cartaz na instituição (ver acima), a oficina Crie Um Brasão para Seu Time de Futebol convida a garota a partir de 8 anos a explorar os símbolos esportivos por meio de desenho e pintura. Já o workshop Jogo da Memória desafia a criatividade e a memória fotográfica de crianças de 7 a 10 anos. A terceira atividade proposta, Faz de Conta que Sou um Campeão, incentiva a meninada de 3 a 6 anos a recriar sua realidade usando a imaginação.
Classificação indicativa: a partir de 3 anos
Entrada franca (com agendamento durante a semana)

Férias no JK Shopping
JK Shopping, Praça de Eventos – Av. Hélio Prates, QNM 34, Área Especial 01 – M-Norte
De 2a a sábado, de 10h às 22h |Domingos e feriados, de 12h às 22h | Até 01/03/2015 – ÚLTIMO FIM DE SEMANA
Balão pula-pula, piscina de bolinhas, playground, carrinhos de andar, pintura, desenho e o ótimo Aqua Ball, uma bola gigante onde a criança entra e fica flutuando numa piscina.
Classificação indicativa: crianças de 2 a 14 anos
Ingressos: R$ 10,00 por 3 minutos para o brinquedo Aqua Ball e R$ 10,00 por 15 minutos no Espaço Lúdico.

Feira Book Lovers Kids
Pátio Brasil, Praça Central – SCS Qd 7 – Asa Sul
Segunda a sábado, de 10h às 22h | Domingos e feriados, de 12 às 20h | Até 22/03/2015
Feira de livros infantis.
Classificação indicativa livre
Entrada franca

Feira Book Lovers Kids
Park Shopping, praça central
Segunda a sábado, de 10h às 22h | Domingos e feriados, de 12 às 20h | Até 15/03/2015
Feira de livros infantis.
Classificação indicativa livre
Entrada franca

Férias de Aventuras
Shopping Sul – BR 040 Km 02, Valparaíso de Goiás
Segunda a domingo, de 10h às 22h | Até 28/02/2015 – ÚLTIMO FIM DE SEMANA!
O Grupo Ciranda é o responsável pela estrutura de brinquedos montada em três pontos do shopping. Na entrada, o Acqual Ball (super bolha aquática) é a atração principal para entreter os pequenos. A praça central do Shopping Sul recebe a Brinquedoteca com Mono Jump. A aventura maior fica por conta da Parede de Escalada.
Classificação indicativa: crianças até 12 anos
Entrada:
Brinquedoteca – 15 minutos: R$ 10
Acqual Ball – 3 minutos: R$ 10
Parede de Escalada – 1 subida: R$ 5

Exposição “Os sinais e as coisas – das fogueiras à internet”
JK Shopping – Avenida Hélio Prates, QNM 34 – Entre Taguatinga e Ceilândia
Segunda a sexta, das 10h às 22h | Sábados, domingos e feriados, das 12h às 22h | Até 01/03/2015 – ÚLTIMO FIM DE SEMANA!
Uma viagem pelo tempo, mostrando a evolução das telecomunicações no Brasil, é o que se propõe a exposição “Os sinais e as coisas – das fogueiras à internet”. Sediada e promovida pelo Museu Correios, a mostra ganhou ainda uma versão pocket no JK Shopping. Lá, serão expostos painéis ilustrados com fotografias históricas e que contam um pouco da evolução da comunicação no país, além de homenagear os Correios. A ideia é levar para dentro de um centro comercial conhecimento sobre os processos de propagação das informações no país. Em tempos que o mundo vive conectado 24 horas por dia, comunicando-se com a maior rapidez ao simples toque na tela de um celular, adultos e crianças podem compreender como tudo acontecia antigamente. Aparelhos como telégrafos, modelos de telefones antigos, instrumentos de radiodifusão, poderão ser conhecidos ou relembrados por diferentes gerações.
Classificação indicativa Livre
Entrada franca

Exposição “Planeta dos Macacos”
Boulevard Shopping, garagem coberta – Final da Via W3 Norte, ao lado do Carrefour
Todos os dias de 14 às 22h | Até 31/03/2015
O Planeta dos macacos é uma exposição interativa com mais de 10 réplicas, entre dinossauros, Macacos e um enorme Mamute. As peças são baseadas em filmes, e no habitat natural de cada um.
Classificação indicativa livre
Entrada: R$10,00 por pessoa

Oficinas infantis de fevereiro
Pátio Brasil Shopping, Piso 3 – SCS Qd 7 – Asa Sul
Programação | Até 28/02/2015 – ÚLTIMO FIM DE SEMANA!
14h – Oficina de Palha Italiana
15h – Oficina de Máscaras de Carnaval
16h – Oficina de Suco de Fruta
17h – Oficina de Instrumentos Musicais
18h – Oficina de Cupcake
Classificação indicativa: crianças de 3 a 12 anos
Entrada franca

Teatro infantil – “Scooby Doo em O Circo Mal Assombrado”, com a Cia Neia e Nando
Teatro do Brasília Shopping
Sábados e domingos, 16h | Até 01/03/2015 – ÚLTIMO FIM DE SEMANA
A trama se passa em um grande circo, no qual as coisas misteriosamente começam a dar errado. Todos acreditam ter visto um palhaço fantasma, e é aí que a Agência de Detetives Mistério S/A é acionada para desvendar todos esses mistérios. Será que o medroso Scooby, ao lado de seu fiel escudeiro Salsicha, conseguirá solucionar todos os problemas? Muita confusão é esperada na mais nova missão da dupla e sua turma.
Classificação indicativa: Livre
Ingressos: R$50 (Inteira) R$25 (Meia) (Clientes Mais Brasília Kids tem direito a gratuidade)

Teatrinho infantil “O Mágico de Oz”, com Neia e Nando Cia Teatral
Teatro Escola Parque da 308 Sul
Sábados e domingos, 17h | Até 01/03/2015 – ÚLTIMO FIM DE SEMANA
A história de Dorothy, uma órfã que vivia numa fazenda do Kansas com seus tios e seu cachorro chamado Totó. Num dia habitualmente cinzento, um ciclone acaba por se centralizar bem sobre a casa de Dorothy. Enquanto seus tios conseguem entrar no porão que servia como abrigo para essas tempestades, Dorothy e seu cachorro se atrasam e ficam para trás, sendo levados por muito tempo pelos ares até chegarem na terra de Oz.
Classificação Indicativa livre
Ingressos: INTEIRA R$50 / MEIA R$25 (para estudantes, idosos e professores devidamente documentados) / CLUBINHO NÉIA E NANDO: R$15 (informações em http://www.kkywnnx.com.br/cliente/).
Locais de vendas de ingressos antecipados:
TERÇAS A SEXTAS – No escritório Néia e Nando – CRS 508 BL.B sala 301 (Entrada pela w2, ao lado da loja Relicário). Horários: das 9h às 12h e das 14h às 18h.
SÁBADOS E DOMINGOS – Bilheteria do teatro da Escola Parque 308sul, a partir das 15h.
Forma de pagamento: somente em dinheiro.

Circo Balão Mágico
Estacionamento do clube ASBAC Brasília – Conjunto 31 – Via L4 Sul – SCES Trecho 2 – Asa Sul
Sábados, domingos e feriados às 16h, 18h e 20h | Segunda a Sexta 20h | Até 15/03/2015
Uma família circense vai de cidade em cidade pelo país desde 1970, apresentando um espetáculo completo, com argolas circenses, atirador de facas, monociclo, palhaços e outros números.
Classificação indicativa livre
Ingressos: R$40 (inteira) e R$20 (meia)

MISSAS INFANTIS

Algumas Paróquias de Brasília oferecem missas em formato especial para que as crianças entendam e participem. Vejam quais são AQUI.

RESTAURANTES E ESTABELECIMENTOS KIDS-FRIENDLY DE BRASÍLIA
Alguns restaurantes e estabelecimentos de Brasília oferecem produtos e serviços direcionados para famílias. Veja quais são AQUI.

FILMES INFANTIS EM CARTAZ

- Annie: Annie é uma jovem órfã que vive em um orfanato comandado com mão de ferro pela senhora Hannigan. Sua vida muda ao ser escolhida para passar alguns dias na mansão de um milionário, onde acaba fazendo amizade com os funcionários do local. Classificação indicativa livre.

- Bob Esponja, Um Herói Fora D’Água e Bob Esponja, Um Herói Fora D’Água-3D: Incomodado com o sucesso do hambúrguer de siri do Siri Cascudo. Plankton, o dono da lanchonete Balde de Lixo, resolve traçar uma verdadeira estratégia de guerra para roubar a fórmula da iguaria. Mas alguma coisa sai errado e a fórmula desaparece. Agora, Bob Esponja vai ter que unir forças com o ambicioso Plankton em uma viagem no tempo e no espaço para tentar recuperar a receita, contando com a ajuda da leal estrela-do-mar Patrick, do sarcástico Lula Molusco. Classificação indicativa livre.

- Os Pinguins de Madagascar e Os Pinguins de Madagascar-3D: Os pinguins Capitão, Kowalski, Rico e Recruta, da franquia de animação Madagascar, ganham a sua própria aventura, compondo uma tropa de elite entre os animais. Classificação indicativa livre.

- Tinker Bell e o Monstro da Terra do Nunca e Tinker Bell e o Monstro da Terra do Nunca 3D: A fada Fawn sempre teve um bom coração e se recusou a ver maldade nas pessoas. Por isso, ela torna-se amiga de um gigantesco monstros. Tinker Bell e suas amigas temem que essa relação possa ser nociva para todas as moradoras da cidade, e decide combater o vilão antes que seja tarde. Classificação indicativa livre.

Toda criança precisa de um herói

roteiro-baby-heróis

Imagem ShutterStock. Cópia não autorizada.

O texto abaixo é da jornalista Isabel Clemente, de quem somos SUPER fãs! 

Peguei o título da coluna de hoje emprestado da palestra da professora americana Rita Pierson, no TED Global. A empolgante exposição de apenas oito minutos (disponível na internet, mas apenas em inglês) é um estímulo para que os professores ponham em prática um princípio simples e eficaz de ensino, replicado por teóricos de diversas correntes: sem conexão real, a aprendizagem fica prejudicada. “As crianças não aprendem de pessoas que elas não gostam”, diz Rita, reproduzindo a resposta dada a uma colega de profissão para quem o salário não incluía gostar das crianças.

“Toda criança precisa de um campeão, de um adulto que não vá desistir dela, que entenda o poder da conexão, e que insista em transformá-la no melhor que ela puder ser. É difícil? Sim, pode apostar. Mas não é impossível”, afirma Rita, diante de uma plateia encantada e sob aplausos. A palestra foi gravada em abril de 2013 e ela morreu em junho do mesmo ano, aos 61 anos.

Estamos preparados para ser um dos campeões na vida dos nossos filhos? Quais amostras da nossa existência seguirão como boa influência ao longo das várias fases da vida deles? São perguntas que me faço. Como mãe, eu tenho a aspiração de exercer também o papel de heroína ao lado dos magníficos professores que, espero, cruzarão o caminho das minhas filhas e as empurrarão para a frente. Essa é minha utopia.

Enquanto nossos filhos são pequenos, eles tendem a nos colocar num pedestal. Se não estiverem sendo contrariados, diga-se. Ascendemos ao olimpo da admiração infantil porque cuidamos e protegemos, o que por muito tempo bastará. Mas, e depois quando formos expulsos deste lugar privilegiado, ainda que temporariamente, durante a quase sempre turbulenta adolescência, aquele momento da vida em que muitos consideram um vexame ter nascido de pai e mãe? Depois de usufruir da mais alta patente na hierarquia emocional de uma criança, qualquer um se acostuma mal. Mesmo que continue se sabendo amado, quer ser também admirado, ou pelo menos curtido. Curte aí, vai.

A mãe que se revela já dá uma grande contribuição aos filhos, disse-me, um dia, uma psicanalista. O mérito de muitas mães que não conseguiram se sustentar como admiráveis heroínas por muito tempo está, quem sabe, em deixar-se enxergar tal como são, com defeitos e qualidades. A transparência faz mais por esse vínculo pais e filhos do que uma referência enigmática.

Se, ao chegarmos no futuro, não nos enxergamos como heróis das nossas ex-crianças – dados os tropeços e as arestas criados por essa empreitada -, nos restará a opção de continuar rindo das dificuldades e, de preferência, aprendendo com elas. É a única resposta que tenho, por ora, para minha utopia. O humor nos salvará e, quem sabe, faça de nós heróis de verdade. Quanto aos filhos, não precisamos ser perfeitos para criar exemplares humanos emocionalmente saudáveis. Mas é primordial acreditar na felicidade deles. Tudo isso é muito difícil, pode apostar. Mas não é impossível.

[Fonte]

Como trocar fraldas

roteiro-baby-trocar-fraldas-shutterstock

Imagem ShutterStock. Cópia não autorizada.

 

Se você não é mãe ou pai de primeira viagem pode achar esse post desnecessário, mas lembre-se que “na sua época”, esse assunto também já causou aflição.

Pais e mães de primeira viagem podem (e com razão) ficar apreensivos em relação às trocas de fraldas, achando que vai ser complicado, que podem não dar conta… eu fiquei também. É natural.

Depois, é claro, a gente pega o jeito e faz de olhos fechados.

Assim, para quem é gestante e está insegura, compartilho dicas do super site Baby Center e Roteiro Baby para que vocês já saiam do Hospital trocando fraldas como profissas! [Ler mais …]