O que perguntar na hora de escolher a escolinha

 

image

Para muitas mães e filhos, 2015 será o seu primeiro ano escolar. Então, para ajudar as mães que estão na busca para a primeira escolinha de seus filhos, pedimos a permissão da Mari e da Fabi, do site Mamãe Prática, para publicar aqui as dicas delas do que verificar na hora de escolher a escola.

 logomamaepratica

“Coloquei a Manu na escolinha, pela primeira vez, com 1 ano e 2 meses, mas ela ficou muito doente naquela época e, por isso, decidi adiar. Então depois que ela completou 2 anos, recomeçamos a adaptação, mas agora em outra escola. Nesta última vez, visitei quatro escolas e acredito que acertei na escolha. Hoje ela adora a escolinha e nós também! Olha ela aí na foto de uniforme:

UNIFORME-672x372

Eu ia fazer apenas uma nota sobre a minha experiência sobre o assunto, para este outro texto da Fabi, mas a nota ficou tão grande que virou um post! Então, estas são as minhas sugestões do que você pode perguntar durante as visitas às escolinhas (para quem for optar pela escola particular, principalmente). Aí vai a minha lista do que perguntar:

1) Como é o controle de quem pode pegar a criança na escola?
A ideia é checar o rigor quanto a isso. No caso da Manu, os pais têm que avisar antes, de preferência pela agenda, quem irá pegar a criança (precisa informar o nome, parentesco e RG).

2) Como são e onde são realizadas as atividades em dias de frio e chuva?
É bom checar o que a criança irá fazer em dias frios e/ou chuvosos. Em cidades frias, como aqui onde moro, é fundamental que existam mais espaços cobertos e arejados além da sala de aula.

3) Quantos alunos são por sala e para quantos professores?
Isso é óbvio, né? Mas é super importante perguntar. Veja lá no post da Fabi o que a pedagoga diz sobre isso. A escolinha da Manu tem em torno de 12 alunos por sala.

4) A escola oferece área de areia para brincar?
Descobri que nem sempre é bom ter área de areia para brincar, pois a gente não vai estar por perto para evitar que as crianças comam areia ou coloquem a mão suja na boca … Na escola da minha filha, a instituição decidiu tirar esse espaço, pois muitos pais reclamavam da ocorrência de doenças em função disso. Mas, se tiver essa área na escolinha, tudo bem! Apenas verifique os itens mencionados pela pedagoga lá no post da Fabi.

5) Como funciona o momento da sonequinha?
Verifique como é o local em que as crianças irão tirar sua soneca e quem irá supervisioná-las durante o sono. Uma escola me disse que as crianças (em torno de 2 anos) ficam dormindo sozinhas! Achei um absurdo!

6) Como é feita a adaptação?
A adaptação da Manu foi diferente nas duas escolinhas e gostei mais da segunda adaptação. É interessante perguntar, por exemplo, se as professoras deixam a criança chorar muito tempo, se chamam os pais caso a criança não pare de chorar, quais são os profissionais envolvidos no processo e quanto tempo pode levar a adaptação.

Não acho legal deixar apenas a professora envolvida com a adaptação, já que ela tem que cuidar de outros 10, 15 ou mais alunos ao mesmo tempo. Na adaptação da Manu, além da professora, mais duas profissionais participaram de perto: uma supervisora e uma coordenadora pedagógica. Outro detalhe é que a escola mostrou muita paciência, respeitando o tempo da Manu se adaptar, que foi longo …

7) Posso ver meu filho quando quiser?
Vale perguntar se os pais podem entrar para ver a criança ou buscá-la a qualquer momento, pois isso mostra que a escola não tem nada a esconder …

8) Como é a alimentação na escola? Você tem um cardápio para eu ver?
Peça para ver o cardápio da escola referente à faixa etária do seu filho e questione se é possível proibir ou mudar algo do cardápio semanal especificamente para seu filho. Também verifique se a nutricionista fica à disposição dos pais para tirar dúvidas ou fazer adaptações personalizadas. Vale, ainda, perguntar sobre a higienização dos alimentos, como a Fabi abordou no post dela.

9) Todo o material já está incluído nesse valor? A professora vai solicitar outros materiais? Com que frequência?
É bom ficar bem atento se a escola irá começar a fazer novas cobranças ou solicitações extras em relação a outros materiais, como em datas especiais. Sinceramente, achei super prático pagar uma taxa (não muito alta) na matrícula e não precisar ficar, toda semana, atrás de detalhes pra levar para a escolinha (na primeira escola, fiquei “louca” de tanta coisa, tanto detalhe, que eu tinha que ir atrás toda semana – achei cansativo). Isso acontece na escola nova (a necessidade de algo extra pra levar), mas só de vez em quando, como comprar uma fantasia para o Halloween na escola, por exemplo. Então, praticidade também é importante!

10) Vocês fazem o desfrade? E como é feito?
Olha, sei que essa responsabilidade é dos pais e não da escola, mas sim, a escola pode ajudar, afinal, olhar o coleguinha todo feliz em não usar mais a fralda pode ser um incentivo interessante para nossos filhos. Além disso, repetição e insistência fazem parte do processo e nada melhor do que a escola reforçar o desfralde da maneira correta.

Pessoal, essas são apenas as minhas sugestões do que perguntar. Aqui neste outro post tem mais detalhes que vale ficar atento. E vocês, como fizeram a escolha da escolinha? O que perguntaram? Contem pra mim!

Beijos, da Mamãe Prática Mari.”

Réveillon 2015 em Brasília com crianças

reveillon2015

 

Réveillon no Porcão
Local: Porcão Brasília – SCES / SUL, Trecho 2, Conjunto 35 (ao lado do Pier 21)
Horário: das 21h às 3h
Atrações: Pista de Dança com DJ Ronaldo Holanda, espaço infantil com recreadores
Ingressos:
Preço por pessoa: R$429,00 (Quatrocentos e vinte e nove reais) (já c/ taxa de serviço incluso); crianças até 5 anos gratuidade; crianças de 6 a 10 anos 50% de desconto; crianças a partir de 11 anos pagam valor integral.
Mais informações: 3717-6000 / WhatsApp 8424-2129 (Cláudio – Maitre)

Réveillon 2015 do Clube Naval
Local: SCES Trecho 2 Conjunto 13
Horário: a partir de 22h
Atrações: Banda Rio Fantasia Show
Ingressos:
R$ 200,00 – sócios
R$ 320,00 – convidados de sócio
Crianças até completar 10 anos que não tenham lugar reservado à mesa não pagam. Haverá serviço de baby-sitter, sem custo adicional, conforme o seguinte:
a)baby-sitter recreativo – para crianças de 2 a 10 anos; e
b)baby-sitter dormitório – para crianças de 0 a 10 anos.
Mais informações: 3223-2332 ramal 226 ou 215, ou pelo eventos@clubenavaldf.com.br

Réveillon Asbac 2015
Local: Conjunto 31 – Via L4 Sul – SCES Trecho 2 – Setor de Clubes Esportivos Sul
Horário: a partir das 22h
Atrações: Banda Satisfaction, DJs nos intervalos e uma exclusiva queima de fogos, à beira do Lago Paranoá. Para crianças, brinquedoteca com Cantinho da Soneca, sem custo adicional.
Ingressos:
Associados
1º lote R$210,00
2º lote 240,00
3º lote 280,00
Não associados
1º lote R$300,00
2º lote R$350,00
3º lote R$400,00
Cadeira Extra para criança: R$50,00
Mais informações: 9986-4851

Réveillon Coco Bambu 2015
Local: SCES Trecho 02 Conj. 36 – Ícone Parque
Horário: a partir das 22h. Os shows têm início às 23h.
Atrações: Banda Terminal Zero. À meia-noite, os clientes poderão apreciar a queima de fogos que será feita a partir de uma balsa no Lago Paranoá.
Ingressos:
R$ 380,00 (por pessoa), com R$ 200,00 em consumação.
VIP – R$ 480,00 (por pessoa), com R$ 200,00 em consumação.
Espaço Criança – R$ 100,00
Mais informações: 3224-5585

Réveillon 2015 Bierfass
Local: BierFass Pontão Lago Sul
Horário: a partir das 22h
Atrações: Banda Magoo, Adriano Rocha, Buffet com entrada, jantar, sobremesa e bebidas. O restaurante possui brinquedoteca.
Ingressos:
-Crianças de 0 a 5 anos: Entrada Gratuita
-Crianças de 6 a 15 anos: R$260,00
-Adulto: R$510,00
Mais informações: 3364-4041 / 3364-3536

Réveillon Bottarga
Local: QI 05 conj. 09 comércio local, bloco D – lojas 101/108 – Lago Sul
Horário: A partir das 20h
Atrações: pista de dança com DJ, mesa de frutas e castanhas, brindes para virada e queima de fogos.
Ingressos:
R$ 295,00 por pessoa
Criança com menu infantil até 12 anos: R$ 55,00
Mais informações: 3248-0124/ 3248-4828

Réveillon Brasília Country Club
Local: SMPW Quadra 27, Conj. 3, Parkway
Horário: a partir das 22h
Atrações: Banda Skalla e espaço criança.
Ingressos:
R$ 220,00 por pessoa
Crianças até 12 anos não pagam
Mais informações: 3338-8563

Réveillon do Delfinna
Local: Restaurante Delfinna – Pontão, Lago Sul
Horário: não informado
Atrações: Escola de Samba – Acadêmicos da Asa Norte, saxofonista, e DJ.
Ingressos:
1° lote: R$ 310 área interna, R$ 390 varanda
2° lote: R$ 360 área interna, R$ 460 varanda.
Crianças de 3 a 12 anos pagam metade e de 0 a 3 anos não pagam.
Mais informações: (61) 3365-1690

Avatoys: seu filho em 3D

roteiro-baby-miniatura-frozen

Sabem aqueles brinquedinhos de plástico em miniatura que toda criança adora, independente de idade ou sexo?

Pois então… Imagine agora se sua criança que adora esses brinquedinhos puder brincar com uma miniatura dela mesma?! Ou se você puder fazer um bonequinho do seu filho (a) por ano e depois emoldurar a coleção mostrando como ele cresceu num quadro (nhoim!).

A brincadeira que vira lembrança é possível agora que chegou ao Brasil os Avatoys, que são bonecos tridimensionais, com 10cm a 14cm de altura, impressos em 3D, a partir de R$150.

roteiro-baby-miniatura-mickey

A novidade já está disponível em São Paulo (quiosque Avatoys, no MorumbiShopping) e em Brasília, na Dot Paper Papelaria Personalizada, que fica no Gilberto Salomão (Lago Sul).

A captura da imagem é feita na empresa (a pessoa deve ficar imóvel por alguns segundos e pode fazer a pose que desejar), a encomenda é realizada e paga, e a retirada acontece +- 5 dias depois, no mesmo local (dá tempo de dar uma miniatura sua ou de seus filhos como presente de Natal, hein? Corre pra encomendar!)

roteiro-baby-avatoys

A impressão propriamente dita acontece em um estúdio usando uma impressora 3D de grande porte.

Em São Paulo, os preços dos bonecos são: modelo com 10cm de altura, R$ 150; modelo com 12cm de altura, R$ 200; e modelo com 14cm de altura, R$ 250.

 

3º Festival Curta Brasília

cartaz-3cb

Começa dia 18/12, no Cine Brasília (EQS 106/107) o 3º Festival Curta Brasília, com programação voltada para crianças no dia 21/12, domingo.

A mostra “Calanguinho”, mais do que uma seleção de filmes para crianças, é uma seleção de curtas feitos com a intenção de sensibilizar e encantar o público infantil, apresentando histórias e representações envoltas em universo lúdico, instigando nos jovens espectadores a curiosidade para as artes e para sentimentos como amizade, compaixão, respeito ao próximo e a curiosidade pelas artes.

SERVIÇO
Mostra infantil – Calanguinho (64 min)
21/12 (domingo), às 10h, no Cine Brasília
Programação:
- O BALÃOZINHO AZUL (DF) 2013, de Fáuston da Silva. Com Lourrany Oliveira, Juliana Drummond e Alessandra da Silva, ficção, 19 min, classificação indicativa livre. Uma criança vive triste até que o encontro com um simples balão azul se transforma em uma mágica amizade.
- O MENINO MUTANTE (DF) 2014, de Tiago Freitas. Animação, 8 min, classificação indicativa livre. Durante uma aula de ciências, o Menino Mutante descobre o poder de sua imaginação.
- SINFONIA (MG) 2014, de Simon Pedro. Animação, 8 min, classificação indicativa livre. Uma fantástica orquestra de notas musicais que toca a música Boléro, de Maurice Ravel. Situações inusitadas vão acontecendo a medida que a música avança.
- ERROS (RJ) 2014, de Rodrigo Soldado. Animação, 9 min, classificação indicativa livre. Um menino que passa a ver os erros dos outros, menos os dele, de uma maneira literal.
- O FILME DE CARLINHOS (BA) 2014, de Henrique Filho. Com Davi Lisboa, Fernando Fulco, Carlos Betão, Mariana Freire, ficção, 20 min, classificação indicativa livre. Carlinhos, garoto sonhador e apaixonado por cinema, quer fazer um filme de terror na pequena cidade onde mora, Ipiaú, no interior da Bahia. Com ajuda dos seus amigos da escola e estímulo de Seu Joaquim, dono de uma videolocadora, Carlinhos se dedica para realizar seu sonho.