Cha_de_bebe

Uma das minhas melhores amigas está grávida e eu já disse a ela que a organização do chá de bebê é por minha conta! E eu tô quase ficando profissa nisso, rs! No meu chá eu que pensei e organizei as brincadeiras, porque eu não queria que me sujassem (mas quem executou foi uma das irmãs do meu marido); ano passado organizei e executei as brincadeiras do chá da minha amiga mais antiga, e este ano vou fazer com muito prazer o chá dessa outra amigona (espero que as amigas dela não leiam o blog, hehe!)

No meu “repertório” (todo tirado da Internet), as seguintes brincadeiras sempre dão ibope:

Levo cartolina e canetinha, e divido as convidadas em dois times. E aí começa a competição.

1) Assim que as convidadas vão chegando, eu coloco uma fita no pulso de cada uma e proíbo todas de dizerem a palavra “bebê” – o que é bem difícil. Quando alguém falar, tem de dar a fita para a pessoa com quem estava conversando. No final, ganha quem tiver mais fitas no braço.

2) Quem é na foto? Peço para cada convidada levar uma foto sua de criança e a futura mamãe tentará adivinhar quem é. Para as convidadas, peço que não levem fotos que tenham alguma coisa escrita atrás (como o nome!) e evitem fotos com a data no cantinho. Se a futura mamãe errar, paga uma prenda* (ou, se você tiver combinado previamente e a grávida não ligar, ela será pintada e maquiada “monstramente”, hehehe). Caso a grávida acerte, concede o ponto para o time da dona da foto.

3) Levo um rolo de barbante, e as pessoas, no “olhômetro”, vão cortar um pedaço de barbante do tamanho que elas acham que está a circunferência da barriga da grávida. O time da pessoa que chegar mais perto ganha o ponto.

4) Qual é a música? Levo músicas infantis (contemporâneas, para ficar difícil, já que antes de sermos mães nós geralmente não conhecemos nenhuma música infantil atual – e antigas, para facilitar um pouco para a grávida, vai?) num CD. Antes de tocar, anuncio que a música está valendo para o time tal. Toco um pedaço e dou pausa. A grávida tem que cantar a música a partir da frase onde eu pausei. Se acertar, o time assinalado ganha o ponto. Se errar, paga uma prenda*. No fim, o CD já fica para a grávida e bebê.

4) Encho mamadeiras (daquelas xuquinhas baratas) com cotonetes e chumaços de algodão, e dou uma mamadeira para cada time. A grávida tem que acertar as quantidades dentro das mamadeiras.  Se acertar, o time ganha o ponto.

5) Lista de itens de bebê: distribuo papel e lápis para os times e dou um tempo (pouco!) para que escrevam num papel itens de enxoval (e é aí que eu espero que nem minha amiga grávida e nem as amigas dela leiam o blog, porque esta brincadeira tem uma surpresinha: eu peço que as convidadas só escrevam itens de enxoval que comecem com as iniciais da futura mãe, futuro pai e bebê! Às vezes fica fácil, mas na maioria das vezes as convidadas – e a grávida! – se descabelam para completar a lista, hahaha!).

6) Tiro (ou peço) fotos de rosto inteiro da futura mãe e do futuro pai, e imprimo várias cópias coloridas para cortar uns pedaços para que cada time monte o futuro rosto do bebê, assim:

A grávida então escolhe o rosto montado que ela mais gostar, e o ponto vai pro time que tiver montado.

7) Você pode comprar alguns bodies brancos e tintas de tecido e pedir que as amigas da customizem alguns para o bebê que vai chegar!

*Sugestões de prendas para a grávida pagar quando errar alguma brincadeira:

- colocar fralda em um balão ESTANDO VENDADA (hahaha);
– descobrir para que servem alguns objetos do enxoval (tipo o NoseFrida, que quase nenhuma grávida conhece);
– descobrir o sabor das papinhas de bebê (eu sempre levo algumas da Nestlé, sem rótulo, das salgadas, já que todas têm o mesmo gosto, hehe!);
– leve revistas velhas, tipo Caras, e peça para a futura mamãe acertar os nomes dos filhos das celebridades;
– peça para ela “virar”, em, sei lá, 15 segundos, uma mamadeira de água ou suco com furo beeem pequeno.

Se você está grávida e ainda não revelou o sexo do bebê para família e amigos, talvez queira saber mais sobre a nova tendência de decorar a festa com as duas cores mais tradicionais quando se fala em bebês, rosa ou azul, e revelar o sexo da criança na festa!

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!